Explicações

Bom dia Keridahs!!!!! Estou aqui! viva e bem! decidi me afastar um pouco do Instagram, vocês devem ter percebido. Mas o Blog e o canal do YouTube continuarão! só que agora bem melhor porque eu menos uma @rede para administrar. A festinha do Isaac, vai acontecer! vocês irão saber ( olha eu rimando sem querer) rsrsrs. Estou bem!  Sabe o conto da águia? Decidi me dar este tempo. As pessoas tem medo, se sentem ameaçadas. Não gosto da palavra inveja. eu nem pronuncio esta palavra, Acho pesado, feio. Cada um tem aquilo que fez por merecer. Se carinho, se desprezo, se dinheiro rs. Cada um é responsável por aquilo que cativa. Mas eu, não fico querendo provar nada para ninguém.  Eu gosto de paz! eu sai da minha  casa, hoje pago aluguel para ter paz, não vou sair do instagram? Quando tudo passar, quando eu estiver forte novamente com certeza volto! Mas do blog eu garanto que não saio!
A águia é a ave que possui a maior longevidade da espécie.
 Chega a viver 70 anos. Mas para chegar a essa idade, aos 40 anos ela tem que tomar uma séria e difícil decisão.
 Aos 40 anos ela está com as unhas compridas e flexíveis, não consegue mais agarrar as suas presas das quais se alimenta. O bico alongado e pontiagudo se curva. Apontando contra o peito estão as asas, envelhecidas e pesadas em função da grossura das penas e, voar já é tão difícil!
Então, a águia só tem duas alternativas: morrer… ou enfrentar um dolorido processo de renovação que irá durar 150 dias.
 Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e se recolher em um ninho próximo a um paredão onde ela não necessite voar.
Então, após encontrar esse lugar, a águia começa a bater com o bico em uma parede até conseguir arrancá-lo. Após arrancá-lo, espera nascer um novo bico, com o qual vai depois arrancar suas unhas. Quando as novas unhas começam a nascer, ela passa a arrancar as velhas penas.
E só após cinco meses sai para o famoso vôo de renovação e para viver então mais 30 anos.
(texto encontrado na internet, sem autor). 
Comentários
15 Comentários

15 comentários:

Postar um comentário